Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Pomba-gira e ciganos: A verdade sobre Pomba-gira Cigana e as linhas de ciganos

Há tanta confusão na Umbanda, que confundem cigana com pomba-gira e esta com cigana! E bom seria se fosse apenas estes os enganos pregados por falsos mestres na Umbanda. Tem sim pomba-gira cigana, mas, não que toda cigana seja pomba-gira ou que toda pomba-gira tenha cigana. Não é de hoje que muita gente me fala, "tenho uma cigana que é do balacobaco", claro referindo-se a entidade como uma pomba-gira. Sem saber que poucas ciganas na verdade tem vínculos com a pomba-gira. Isso acontece por causa de tanto livro ficção que ta na moda no mercado hoje em dia. Em termos de Exu por exemplo, tem um autor famoso da atualidade que diz que Exu é um "Guardião", eu pergunto de que? Ele diz que é dos "mistérios velados". Amigo Exu não guarda nada, ele revela. Ele não produz o segredo, ele traz a luz, puxa-os das sombras, por isso é chamado de Elegbará. Quem guarda os segredos são os orixás criadores e claro Orunmilá, o único que conhece o destino e os códigos existenciais!

O povo ciganos tem suas cerimônias próprias e os que trabalham na Umbanda adaptam seus rituais coletivos aos rituais da Umbanda e as suas sessões é uma linha espiritual em franca expansão, que tem até linhas de esquerda “ciganas”, tais como os exús. Estes espíritos trabalham na irradiação dos orixás, mas louvam Santa Sarah Kali que é a padroeira deste povo. É um povo nômade por natureza e por instinto de sobrevivência, ainda que não esteja muito bem definido sob qual das 7 irradiações atuam pode-se dizer que os ciganos estão associados ao “tempo”, então os associamos as linhas espirituais regidas pelos Orixás temporais tais como: Oyá, Iansã e Oxalá. É um povo de grandes mistérios, em sua maioria não revelados. 

Em se tratando de cigano é impossível separar a imaginação da realidade, de acordo com Miriam Stanescon - Rorarni Princesa Cigana Kalderash – conta à lenda que o povo cigano saiu do fundo da terra e foram escravizados pelos egípcios, foram tantas as humilhações e maus tratos a que foram submetidos que na época criou-se um dialeto próprio o Romanês para que se comunicassem sem que os seus perseguidores compreendessem o que falavam... Outras lendas dizem que este é “povo da Estrelas”, assim, a quem creia que este povo especial tenham vindo de alguma galáxia distante. Alguns historiadores dizem que são originários da Índia outros que são descendentes de Caim ou do Continente Asiático ou ainda que os ciganos sejam a 13ª Tribo de Israel. 

As mulheres ciganas, muito ligadas a magia, trazem sua força associada a Grande Deusa, muito de seus ritos, remota a antiga magia Wicca, (por terem uma figura feminina como referência de fé, muitas ciganas reconhece a existência da Deusa. Há sérias controvérsias em relação à origem exata dos ciganos, entretanto há estudos recentes que afirmam que os ciganos precedem do atual estado Rajestão (Índia), de onde foram expulsos pelo conquistador muçulmano-mongol Timur Lenk, no século XII. A caminho da Europa, alguns passaram pelo Egito, de onde aborveram costumes e conhecimentos, talvez o Tarô, mas não são descendentes dos antigos egípcios. No entanto, origem não é o mais importante a se saber deste povo, e sim o que esses espíritos realizam como corrente espiritual. 

O povocigano tem suas cerimönias proprias e seus rituais coletivos e fundamentos adaptados à Umbanda, pois os ciganos remontam a um passado multimilenar e seus fundamentos e ritos estão ligados ao próprio povo cigano. suas sessões são muito concorridas e apreciadas, talvez devido a alegria e carinho com que estas entidades fazem seu trabalho.As entidades ciganas atuam nas irradiações de diversos orixas incluindo a vibração dos guardiões, exemplo disto são as pombas giras e exus cigano. 

Dentro da hierarquia das Guardiãs Pombas Gira, estão divididas em níveis diversas outras Pombas Gira, da mesma forma que as demais legiões. É claro que em alguns casos podem ocorrer que uma delas em alguma encarnação tivesse passado pela experiência dolorosa de ser uma prostituta, mas, isso não significa que as Guardiãs Pombas Gira tenham sido todas prostitutas e que assim agem. As que foram, hoje estão integradas na Umbanda, a fim de realizarem a grande reforma íntima através da caridade e do Mediunismo redentor. As Guardiãs Pombas Gira não são a representação da sexualidade e nem da sensualidade, mas sim frenam os desvios sexuais dos seres humanos e direcionam essas energias para a construção da espiritualização, evitando a destruição espiritual e material de cada ser. A sensualidade desenfreada destrói o homem: a volúpia. Este vício moral é alimentado pelos encarnados e desencarnados pela invigilância das Leis de Deus, criando um ciclo ininterrupto, caso as Pombas Gira não atuem neste campo emocional, frenando-o e redirecionando-o. As Guardiãs Pombas Gira são grandes magas e conhecedoras das fraquezas humanas. São executoras da Lei. Cabem as Guardiãs Pombas Gira esgotar os vícios ligados ao sexo, equilibrando o ser humano.

As Guardiãs Pombas Gira de Trabalho são tão maravilhosas quanto os Guardiões Exus. Elas realizam curas até mesmo de enfermidades dadas como incuráveis, desmancham trabalhos de magia negra, resolvem problemas, nos dão conselhos preciosos de como bem dirigir nossas vidas, enfim, fazem tudo pelas pessoas bem intencionadas que as procuram para a prática da caridade. È uma pena que ainda existam pessoas que as procuram somente para desmanchar relacionamentos amorosos ou conquistar alguém. Ser Guardiã Pomba Gira é viver mil vezes em apenas uma vida, é lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora, é estar antes do ontem e depois do amanhã, é desconhecer a palavra recompensa apesar dos seus atos. Ser Guardiã Pomba Gira é caminhar na dúvida cheia de certezas, é correr atrás das nuvens num dia de sol e alcançar o sol num dia de chuva. Ser Guardiã Guardiã Pomba Gira é chorar de alegria e muitas vezes sorrir com tristeza, é cancelar sonhos em prol de terceiros, é acreditar quando ninguém mais acredita, é esperar quando ninguém mais espera. Ser Guardiã Pomba Gira é identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa, é ser enganada e sempre dar mais uma chance, é cair no fundo do poço e emergir sem ajuda. Ser Guardiã Pomba Gira é estar em mil lugares de uma só vez, é fazer mil papéis ao mesmo tempo, é ser forte e fingir que é frágil pra ter um carinho. Ser Guardiã Pomba Gira é se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas, é distribuir emoções que nem sempre são captadas. Ser Guardiã Pomba Gira é comprar, emprestar, alugar, vender sentimentos, mas jamais dever, é construir castelos na areia, vê-los desmoronados pelas águas e ainda assim amá-las. 

Nas descargas para neutralizar correntes de elementares/elementais vampirizantes, bem conhecidos como súcubus e íncubos, que atuam negativamente, por meio do sexo, fazendo de suas vitimas verdadeiros escravos das distorções sensuais. Cortando trabalhos de magia sexual negativa e as ditas “amarrações”, pois ninguém deve se ligar a ninguém a força. Isto é considerado pelos tribunais do astral como desvio de carma e as sanções para aqueles que realizam tais trabalhos são as mais sérias possíveis. Cortando trabalhos de magia negra, pois não é permitido pela Lei Divina que as pessoas ou espíritos possam fazer o que bem entenderem, ainda mais ferindo o Livre Arbítrio alheio. Neutralizando correntes e trabalhos feitos para desmanchar casamentos. Trabalham incansavelmente no combate as hostes infernais, quando estas procuram atingir injustamente quem não merece. Trabalham no combate das viciações que escravizam os Médiuns, protegendo-os das investidas do baixo astral, quando se fazem merecedores. 

As entidades ciganas costumam ter muitas experiências encarnatorias como ciganas, com tradição e conhecimento de seu povo. Enquanto que as pombas Giras Ciganas podem ter sido ciganas, que optaram pelo trabalho de pombas Giras ou Pombas Giras que tiveram acesso ao conhecimento e à magia própria dos ciganos sem contudo terem ligação de raiz com o povo cigano, sem ter nascidos do povo real cigano. A linha dos ciganos é uma linha independente que não trabalha apenas na Umbanda. Tem uma vibração muito próxima à Linha do Oriente, podendo trabalhar como uma Falange dessa linha. ou como uma Linha independente, com suas próprias falanges, dependendo da raiz (origem) dos espíritos. 

As Pombos Giras Ciganas são entidades que realizam um trabalho mais denso, pesado, que podem e tem preparo para tal trabalho e por isso mesmo, tem a vibração mais forte que das Ciganas em si. Efetivamente são Pombas Giras, com algumas características Ciganas, trabalham mais com Magias Puras, oráculos, revelações, encantamentos de amor e tudo no geral da vida terrena, etc. Suas roupas podem ser de diversas cores e costumam ser bastante enfeitadas com brilhos, rendas e adereços deixando suas filhas ou filhos ainda mais lindos e faceiros. Raramente uma entidade Cigana mostra-se densa, autoritária ou de mal humor. Os ciganos também costumam se apresentar bem mais alegres, calorosos, amorosos e sedutores que os Exus, mas isso em nada diminui seu fascínio poder de fogo como Exus Ciganos ou Pombo Giras Ciganas, são conhecedores da alta magia e principalmente da alma humana, e seus trabalhos são muito eficientes em um todo e de rápido resultado, mesmo o consulente não tendo fé. Entre as diferenças das duas entidades, destaca-se a sensualidade: Pombas Giras Ciganas apresentam-se em geral mais sensuais que as Ciganas e as Pombos Giras Guardiãs. Essas entidades são especialistas nas artes do amor, exemplo disso é a famosa Pomba Gira Cigana seja nome que for. Existem evidentes diferenças nas incorporações, comportamento, elementos de trabalho, tipo de consulta e aconselhamento, roupas, danças ente outros, entre as Ciganas e as Pombas Giras Ciganas.

Os Ciganos se manifestam nos terreiros de Umbanda, justamente por Ela ser uma religião aberta e dar liberdade para qualquer linha de trabalho que venha fazer Caridade. Muito se ouve falar que a linha de Cigano faz parte da Linha de Exu, que os Ciganos são entidades ainda em evolução tentando ingressar na Linha de Exu, que Pombo Gira Cigana ou Ciganinha foram as únicas Entidades Ciganas que evoluíram e ingressaram na Linha de Exu. Essa falta de entendimento que é na realidade uma simples dedução, faz com que muitos terreiros não deixem os médiuns trabalharem com essa linha. Chegam a dizer que são entidades sem luz. 

Os Ciganos não trabalham a serviço de um Orixá específico por isso não são guardiões de um terreiro. Essa linha trabalha em paralelo e conjugada com as demais, onde o seu compromisso primeiro é com a caridade e não com nenhuma outra linha específica. Os Ciganos são protetores e não guardiões. Podem trabalhar dentro da linha de Exu porém sem função de chefia e de guarda. Já os Exus Ciganos e Pombo Giras Ciganas são exus e pombo giras como outros quaisquer exercendo todas as funções que qualquer exu e pombo gira exercem. Em resumo: cigano é uma coisa, exu cigano é outra. Eles têm funções diferentes, embora a mesma origem cigana. Eles distinguem cada pedra e têm o conhecimento sobre elas, e assim manipulam o elemento terra. Cada pedra tem um porque de ser usada e uma necessidade. Quando é pedido para que passem a pedra em alguma parte do seu corpo ou para que a segurem, vocês estão se descarregando ou até mesmo se energizando, depende do trabalho que está sendo realizado. É na terra que se encontra firmeza para enfrentar a vida, resgatar karma e continuar o caminhar. Por serem muito alegres, os médiuns começaram a se fascinar, e ter excesso de culto por essa Linha. Aí começaram as vaidades, as roupas enfeitadas, bebidas, fumos, danças, firmezas, assentamentos, jogos em casa ou até mesmo no terreiro, e assim, infelizmente, muitos espíritos que ainda estavam em "desenvolvimento" para ingressar nessa Linha se perderam junto com os médiuns, e hoje podemos ver os absurdos que são feitos usando o nome de entidades de luz. 

A Linha do Oriente é parte da he­rança da Umbanda brasileira. Ela é com­posta por inúmeras entidades, classi­ficadas em sete falanges e maiorita­ riamente de origem oriental. Apesar dis­­so, muitos espíritos desta Linha po­dem apre­sentar-se como caboclos ou pretos velhos. Mas nem todos os espíritos são ori­entais no sentido comum da palavra. Es­ta Linha procurou abri­gar as mais di­ver­sas entidades, que a princípio não se encaixavam na matriz formadora do bra­sileiro (índio, português e afri­cano). Lugares preferidos para ofe­rendas: As entidades gostam de co­linas descampadas, praias desertas, jar­dins reservados (mas também rece­bem oferendas nas matas e santuários ou congás domésticos). 

A linha de ciganos é uma das linhas mais antigas que trabalham dentro da Umbanda. Trabalham na "direita"(Povo do Oriente), mas também existe as linhas de ciganos na "esquerda" como guardiões da luz nas trevas a exemplo dos exus e pomba giras. Nesta linha a gente pode citar a Pomba Gira Cigana e outros. Ajudam muito na parte material quanto na parte espiritual a serviço da justiça divina, claro que respeitando a lei de causa e efeito e a lei do karma que não podem obviamente ser transpostas. POMBOGIRAS CIGANAS, são ciganas que se identificaram com a linha de exu e trabalham nessa vibração, tanto quanto o nosso querido Mestre de Catimbó, Sr. Zé Pilintra que tambem não é exú mais se enquadra muito bem nessa vibração de trabalho. 

Os Ciganos são Entidades "livres". Não se faz "firmezas" ou "assentamentos" para Ciganos dentro da "casa de Exu" ou em qualquer lugar do terreiro. Quem diz que tem seu Cigano "preso" no Terreiro não passa de um mentiroso, ele tem é obsessor "preso." Muito se ouve falar que a linha de Cigano faz parte da Linha de Exu, que os Ciganos são entidades ainda em evolução tentando ingressar na Linha de Exu, que Pombo Gira Cigana ou Ciganinha foram as únicas Entidades Ciganas que evoluíram e ingressaram na Linha de Exu. Essa falta de entendimento que é na realidade uma simples dedução, faz com que muitos terreiros não deixem os médiuns trabalharem com essa linha. Chegam a dizer que são entidades sem luz. Vim tentar explicar um pouco como trabalha e como é a Linha de Ciganos. 

Na Umbanda, a presença de ciganos tem sido cada vez mais constante, e em muitos terreiros, eles próprios já pedem para que seus médiuns trabalhem com a roupa branca, e ou outras cores claras, evitando sempre o preto que representa para eles a tristeza, e tenham apenas os seus elementos magísticos, como lenços, baralhos, espelhos, adagas, anéis, colares e outros. Os ciganos são poeticamente denominados “Filhos do Vento”, por sua liberdade, fluida mobilidade e errância, sempre ao sabor do vento, percorrendo os quatro cantos do mundo em sua mágica trajetória. Profundos conhecedores dos caminhos, em sua saga milenar vêm recolhendo conhecimentos iniciáticos de todas as culturas e tradições. Uma característica marcante do povo cigano é a liberdade, em relação às nacionalidades, aos padrões sociais e aos preconceitos que escravizam. Outra característica marcante é o seu conhecimento magístico e curandeiro, principalmente nos campos da saúde e do amor. É lendária a vidência de seus magos e sacerdotisas, que utilizam o elemento espelho, para refletir o Tempo, a memória ancestral, os conhecimentos, a arte da cura e dom da vidência. Por meio das cartas ou outros suportes materiais como bolas de cristal, estrelas do mar e simples copos de água, o futuro, o presente e o passado desdobram-se no vórtex temporal de suas visões. 

Na Linha dos Ciganos encontramos espíritos que tiveram encarnações como ciganos e também espíritos que foram atraídos para essa linha por afinidade com a magia cigana. Por isso, os ciganos na Umbanda não têm obrigatoriamente que falar espanhol ou romanês, ler cartas ou fazer advinhações. Há os espíritos ciganos que fazem isso porque já o faziam quando encarnados e outros não. É uma linha espiritual especial, cujas entidades trabalham na irradiação dos diversos orixás, mas louvam sua padroeira, Santa Sara Kali-yê. Seus trabalhos também podem ser sustentados por Pai Ogum, ordenador dos caminhos – e por Pai Xangô (que rege a linha do Oriente) – o fogo, pois os ciganos sempre estão ao redor de suas fogueiras. O “povo cigano" tem suas cerimônias próprias e tem seus rituais coletivos adaptados à Umbanda e suas sessões são muito apreciadas e muito concorridas, pois seus trabalhos estão voltados para as necessidades mais terrenas dos consulentes. É uma linha espiritual especial, cujas entidades trabalham na irradiação dos diversos orixás, mas louvam sua padroeira, Santa Sara Kali-yê. Seus trabalhos também podem ser sustentados por Pai Ogum, ordenador dos caminhos – e por Pai Xangô (que rege a linha do Oriente) – o fogo, pois os ciganos sempre estão ao redor de suas fogueiras. 

A Padroeira do Povo Cigano é Santa Sara Kali Este povo milenar teve origem na Índia antiga, havendo diversas lendas a respeito da verdadeira razão que os levou a serem andarilhos. Foram obrigados a aprender o ofício da quiromancia (leitura das mãos), astrologia e outras sabedorias esotéricas, bem como firmarem uma nova língua, o romanês, para se protegerem das perseguições da época. Este povo nos limpa os chácras (centros energéticos) e revigora nosso corpo físico, usando a energia dos cristais e elementos da natureza (água, fogo, terra, flora, etc), bem como de artifícios mais palpáveis como as cartas ciganas. Portanto temos também espíritos Ciganos trabalhando na Linha Oriental, pois a energia de trabalho é a mesma – o que muda é a forma de manipular os fluídos – os ciganos usam uma relação material, enquanto o Povo do Oriente usam de energias espirituais. Felizmente, pouco a pouco os maravilhosos trabalhos com os Ciganos foram ganhando força dentro do ritual de Umbanda, surgindo então a linha de Ciganos na Umbanda. Sempre se faz necessário deixar claro que Magia do Povo Cigano é um fator, e Entidades de Umbanda, como Cigano Pablo, Cigana Sâmara, Exu Cigano, Pombagira Cigana, é outro fator bem diferente. Existe uma pequena semelhança somente no poder da Magia, mas suas atuações são bem diferentes, pois as Entidades de Umbanda trabalham sob domínio da Lei e dos Orixás, conhecem Magia como ninguém e principalmente, não vendem soluções ou adivinhações. 

Na linha de ciganos e ciganas da Umbanda existe ainda muito tabu a ser desmistificado, pois no mês de maio muitos terreiros comemoram nos dias 24/05 e 25/05 o dia de Santa Sara que é padroeira do povo cigano. Esta linha muitas vezes ainda está ligada somente ao lado místico e esotérico; mas tenho certeza que é uma linha religiosa, e tem suas características próprias, assim como qualquer linha de trabalho, seja caboclo, baiano, boiadeiro, etc. Talvez pelo fato de estar associada à leitura de cartas de mão e a magia com os elementos da natureza muitos vêem esta linha de trabalho somente voltada ao lado material. 

São um povo alegre, festeiro e quando incorporam buscam salientar o amor, o bem estar interior, a paciência e a simplicidade de viver. A música, o som e a melodia são sua expressão de liberdade e através de suas danças movimentam energia equilibradora. Através da fogueira (a purificação e energização), através do ar (a ordem e o movimento) e através do campo aberto (a liberdade, ação e reação) os ciganos atuam e trabalham em benefício do seu semelhante. O bater das palmas e dos pés são como mantras, descarregando as energias desde o chacra coronário (entrada) até os chacras dos pés (saída). 

Pomba gira é vista como um Exu feminino, um mensageiro entre este mundo e o mundo espiritual, um espírito, ( que nas religiões Abraamicas do deserto seria certamente visto como um anjo), de forte e vincada personalidade. Pomba gira é um espírito feminino também de luxúria, sendo que todos os prazeres e coisas deste mundo lhe são agradáveis. Há quem afirme que Pomba Gira é uma entidade espiritual que assiste apenas a trabalhos Kimbanda, ( o que nas versões européias da bruxaria, corresponde á magia negra), ao passo que muitos afirmam que Pomba Gira assiste tanto á linha Umbanda , ( que no esoterismo europeu corresponde á Magia branca), como Kimbanda. Outros ainda, defendem que Pomba Gira é uma entidade espiritual chamada essencialmente a trabalhos esotéricos daquilo a que na magia ocidental se chama de magia vermelha. Seja como for, Pomba Gira é simplesmente uma entidade espiritual ligada ao mundo terreno, ao passo que outros afirmam que pomba gira é um Exu.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Seguidores

Seguir por Email

Seguidores

Marcadores

orixás (257) magia (253) espiritualidade (180) astrologia (163) (152) Umbanda (113) amor (113) umbanda astrológica (103) sexo (97) CONCEITOS (96) Umbanda-Astrologica (93) signos (91) religião (78) mulher (76) previsões (70) exu (64) conceito (58) pesquisas (58) 2016 (56) anjos (56) carma (51) comportamento (51) pombagira (51) signo (51) destino (50) astral (49) candomblé (48) mediunidade (47) Cabala (44) rituais (43) UMBANDA ASTROLOGICA (40) Astrofísica (38) poder (35) CONCEITOS DE UMBANDA - ASTROLOGICA (33) ancestrais (30) arcanos (30) Livro (29) sucesso (29) espaço (28) fé religião (27) oxumaré (26) pesquisa (26) busca (25) comprendendo o simbolismo (25) desejo (25) odus (25) sorte (25) estudos (24) magia sexual (24) oxum (24) Ogum (23) deus (23) vida (23) PESQUSAS DE UMBANDA ASTROLOGICA (22) pombagiras (22) sexualidade (22) ifá (21) proteção (21) anjo (20) horóscopo (20) protetores (20) energia (19) orixas (19) Umbanda-Astrologiaca (18) baralho (18) magos (18) oxalá (18) Iansã (17) 2014 (16) Caminhos da fé (16) INICIAÇÃO (16) Obaluaê (16) Saturno (16) UMBANDA ASTROLOGICA E MAGIA (16) astros (16) brasil (16) sagrado (16) Comportamento na vida (15) ano (15) atriz (15) axé (15) jesus (15) livro de umbanda astrológica (15) mapa astral (15) CONCEITOS DE UMBANDA (14) Lua (14) Omulú (14) Xangô (14) carma sexual (14) dinheiro (14) oráculos (14) terra (14) magia negra (13) odús (13) paixão (13) vibrações (13) Guias (12) Júpiter (12) Yorimá (12) linhas (12) ritual (12) 12 signos (11) Marte (11) Orumilá-Ifá (11) caminhos (11) mapa astrológico (11) nova era (11) Estudo (10) REENCARNAÇÃO (10) bem estar (10) ciclos (10) conhecimento (10) céu (10) história (10) numerologia (10) oração (10) planeta (10) Astrônomos (9) Horóscopo Chinês (9) OFERENDA (9) OS SENHORES DO DESTINO (9) anjo da guarda (9) clavículas de Salomão (9) estrela (9) poderes (9) umbanda-astrológica (9) vibração (9) 72 anjos (8) Caboclos (8) ciência (8) cães (8) homem (8) luz (8) mestres (8) oraculo (8) pemba (8) Astronomia (7) CATIMBÓ (7) Era de Aquário (7) Macaco de Fogo (7) busca espiritual (7) cientistas (7) cosmos (7) dons (7) missão (7) obsessão (7) solidão (7) agente do carma (6) arcanjos (6) astrólogos (6) chacras (6) essência (6) Câncer (5) EXU GUARDIAO (5) Escorpião (5) Mitologia (5) amarração (5) esquerda (5) feitiço (5) misterios (5) Linha do Destino (4) advinhação (4) ebós (4) era de Aquario (4) macumba (4) mapa astrologico (2)