Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Lançamento do ano - para astrólogos, estudantes de magia, Wicca, Umbanda, Candomblé, Espiritualismo, religiões e oráculos: Livro de Umbanda Astrológica

Um livro ou os livros muda a vida de uma pessoa, como já mudou de muitas. Eu por exemplo, tenho certeza de que o que eu sou hoje tem tudo haver com a leitura. Desde minha infância a leitura foi um dos principais pilares pra manter-me firme e confiante, como também uma das principais ferramentas na busca do conhecimento não só convencional mas, do algo mais que a alma latejante por compreensão, almeja alcançar. Muita gente tem uma definição espiritual hoje por causa de um livro, seja a Bíblia o Alcorão, um livro raro de Wicca, a Torah ou qualquer outro que sustenta um seguimento religioso, místico e espiritual. Mas, não só nesse âmbito de saberes espirituais, religiosos ou filosóficos, nem só a área acadêmica, mas, em qualquer seguimento, como por exemplo, artístico e o mundo da imaginação. As vezes um livro que você dá de presente pode mudar a vida de uma pessoa, emocioná-la, fazê-la sonhar e reprogramar sua vida. 

Dando livros de presente você não estará dando apenas um brinde material a pessoa, mas, conhecimento, congelado no tempo e que pode ser acessado pra fazer reformas na vida dela. Ler, faz a pessoa sonhar, elevar seus conhecimentos, aumentar sua compreensão e ampliar seu nível cultural, filosófico, espiritual ou simplesmente emocional. Quem nunca se emocionou com uma boa história ou se sentiu feliz em descobrir algo que queria compreender nas páginas de um livro? A Bíblia e outros livros sagrados são os pilares de grandes religiões mundo a fora. Até mesmo a Umbanda e Candomblé, ainda persistem hoje por causa de publicações importantes dentro do seguimento espiritualista, pois apesar de muitos dizerem que a maior base é a Tradição Oral, na verdade ela agua como faca de dois gumes, ou seja, promove a perpetuação dos conhecimentos, mas, também dá margem a distorções, superstições e má compreensão. Por isso, trabalhos como os de Mestre Da Matta, Rivas Neto, Prandi, Verger e outros, são importantes, pra aprofundar o conhecimento, refletir e esclarecer sobre pontos importantes, além de cristalizar coisas que ficam mais fáceis de repassar aos buscadores do amanhã.

Toda decodificação é importante, sem querer deletar nada, mas, catalogando e deixando a vista de quem quer garimpar no mundo do saber aquilo que sua alma almeja. Se ela quer seguir um seguimento, uma vertente, uma origem ou filosofia, mas, que tenha acesso aos códigos pra poder avaliar, questionar e rever seus conceitos. O Ifá o livro da vida dos Iorubás, dos sacerdotes e magos dos orixás, é uma prova disso! Sem os códigos, sem os odus, sem seus orikis, sem as histórias sagradas, grande parte do que conhecemos hoje como Umbanda, Candomblé e outros seguimentos, já estariam extintos.

E pra você querido buscador de conhecimento sobre os orixás, os signos zodiacáis, magia, Umbanda, Candomblé, espiritualismo, oráculos, Ifá, carma e reencarnação, ofereço a você um trabalho de anos de pesquisa, concluído com muita dedicação, sobre conhecimentos que muitos sequer já ouviu falar - a não ser os mais iniciados e que tem acesso as fontes. Para que você possa ter uma noção mais aprofundada, sincronizada e perceber que a Umbanda tem sim códigos, que há uma grande relação entre ela e a astrologia, como também, que ela é em sua essência, magia sagrada, divinatória e divina. E que suas origens são bem mais distantes do que muitos pensam. Além disso que ela é também conhecimento filosófico, orácular, artístico e consagrado por Deus. Também que seus caminhos são diferentes do que a Umbanda muitas vezes vulgar que conhecemos hoje revela e deixa margem as críticas destrutivas, preconceitos e mentiras.

A Umbanda, hoje usada sensacionalmente por muitos e como forma de extorsão, na verdade é um conhecimento sagrado, milenar e que nada tem haver com satanismo - no máximo ela tá ligada a nossa ancestralidade mais primitiva, mais ancestral e pode ter portais abertos por ela, que nos façam acessar nossos medos, nosso carma e nossas dores evolutivas e por isso, assusta a muitos, pois nosso lado mais sombrio nada tem de encantador mesmo. Por isso os senhores do tempo e do carma fecham portas que só Exu, Pombagiras, Anjos da Guarda, Encantados e Guias, conhecem ou acessam, abrindo-as, somente se for e quando for necessário! E por isso bruxos negros, charlatães e insensatos, acabam denegrindo a Umbanda e o Candomblé, por acessar aquilo que não devem, não entendem ou que querem apenas usar em proveito próprio ou contra seu próximo.

Mas, não tenha medo da Umbanda! Antes de criticar, estude-a! Não se arme contra ela, apenas baseando-se em dogmatismos preconceituosos ou a aberrações que se passam pela verdadeira tradição dos orixás e ancestrais. Não se paute por perseguições e sufocamentos feito por mestres míopes que se baseiam na supremacia de religiões europeias, como se eles fossem os donos da verdade ou se a Bíblia fosse o único livro sagrado existente no mundo. Evite os puritanismos, evite o exagero canônico, evite o sectarismo e evite o fanatismo. Não seja um defensor aguerrido de pontos de vista nem pró e nem contra a Umbanda, com o coração cheio de ódio ou como se você fosse o único conhecedor das verdades, pois sempre teremos o que aprender, dia a dia! Tem coisas que achamos hoje que poderão se mostrar de outra forma amanhã ou nos convencer que temos que mudar de opinião! Além disso, não fiquemos nessa lenga-lenga de que temos que ser fixos, tradicionalistas demais e sem flexibilidade como requer as igrejas do passado e de nosso tempo.

E acima de tudo, evitemos a hipocrisia, pois ela é o maior veneno de todos os tempos e que matou milhares de pessoas ao longo da história da humanidade. Que extinguiu crenças e povos, simplesmente pela perseguição de instituições poderosas e dominadoras. Seja você mesmo, ouça seu Deus Interior, antes de ouvir o mundo, pois seitas de nosso tempo, aliena muito mais o homem do que educa espiritualmente e filosoficamente. Porque o deus da maioria dessas seitas é o poder, o dinheiro e por isso fundam partidos, fundam rádios e TV e se aliam a mídia poderosa só pra possuir em suas mãos o controle das massas de manobra. 

Quando Mateus em seu Evangelho cita a volta do Filho do Homem, vemos claramente que ele separa entre bons e maus, citando acima de tudo os bons atos, a boa índole e os bons instintos usados em defesa da vida e dos irmãos. E é isso que a verdadeira Umbanda prega e defende. Por isso, fuja das perseguições e fuja da vontade de perseguir. Fuja dos manipuladores, dos vendedores de "felicidade", daqueles que prometem resolver todos os seus problemas como se fossem "super-magos". Busque aqueles que dizem professam mensagens divinas, que te estendam a mão e não vendam coisas que jamais forma deles. Porém evitem os falos caridosos, aqueles que falam em caridade o tempo todo e que não respeitam tradições. A caridade é um dom que não deve está na boca o tempo todo, pois ela deve vir naturalmente não como um bordão. A Umbanda não é só caridade, ela tem preceitos, fundamentos que devem ser seguidos e a Umbanda não deve ser submissa e subordinada ao Kardecismo o tempo todo. Ser coirmã é uma coisa e ser dominada é outra.

A Umbanda tem seus próprios preceitos, não precisa trilhar a cartilha do Kardecismo ou do Cristianismo só pra ser melhor aceita ou bem vista pela sociedade hipócrita do nosso tempo não! A Umbanda é milenar e tem seus preceitos de paz, amor, esperança e verdade com justiça, sem precisar recorrer a Bíblia ou conceitos de Kardec. Você não deve evitar o mal só porque a Bíblia diz, por medo ou por que tá na lei, você deve evitar o mal porque sua alma quer, porque sua alma deseja o amor e por gesto natural. Você deve fazer o bem por que tem uma boa índole, por que tem um bom caráter e não apenas por medo ou porque sua religião prega.

E a principal mensagem que o espiritualismo deve trazer é o de ser original de se compreender e o de evoluir. E por isso muitas pessoas ao longo da história da humanidade sempre buscaram os oráculos, os sacerdotes e o sagrado, para se compreender, para saber o que lateja na sua alma. Por isso o Faraó buscou José na prisão, para saber o que martelava em seu inconsciente e seus sonhos simbolizavam! Por isso sempre existiram rabinos, profetas, magos, astrólogos e buscadores. Para orientar-nos sobre o que há oculto e acima de nós.

E assim eu vos dedico o meu primeiro trabalho, que espero ser o primeiro de muitos - meu primeiro livro

Umbanda Astrológica - Os Senhores do Destino e A Coroa Astrológica de Orumilá

Lima, Carlinhos

Anubis 

Compre aqui: Livaria Cultura

 Ou Livraria Saraiva

Carlinhos Lima - Astólogo, Tarólogo e Pesquisador

Facebook - Twitter

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores