Total de visualizações de página

Meus livros de Magia Astrológica no link

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Andressa Urach fala que viu espíritos, mas, mostrou desconhecimento dos orixás ao falar de pactos

A modelo, que se recupera de uma inflamação nas pernas por uso de hidrogel, fala da internação e diz que cometeu muitos pecados por vaidade.


Andressa Urach
Andressa Urach
 

Andressa Urach recebeu o EGO em Porto Alegre (Foto: Roberto Teixeira / Ego)
Ela se aproximou da morte e renasceu. Depois de passar 25 dias internada por conta de uma inflamação causada pelo uso de hidrogel nas coxas e com isso apresentar um quadro de sepse, Andressa Urach parece ter tirado lições do que sofreu. A modelo, com seis quilos a menos, sem as unhas postiças e o megahair, recebeu a equipe do EGO no edifício onde comprou para a mãe um apartamento em um bairro de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Usando um vestido longo - novo estilo de roupa adotado por ela desde que começaram os incômodos nas pernas em junho - e se apresentando serena, Andressa mencionou as palavras Deus e renascimento várias vezes. À mãe, Marisete De Faveri , ela agradece a árdua luta para mantê-la viva.

 Nos 25 dias que passou internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre, ela conta que a morte passou perto dela e que foi graças à fé materna e à necessidade de se manter viva para cuidar do filho, Arthur, de 9 anos, que Andressa foi e voltou.
Durante a entrevista, Andressa revelou detalhes de parte do drama que viveu no hospital. Com a sepse, seus rins pararam de funcionar e ela viu seu corpo inchado, com quase 150 quilos. Na maca, era assombrada por vultos negros que gritavam e a envolviam.

Urach aponta o seu passado pecaminoso, como avalia, o responsável por tudo o que sofreu nesses últimos meses. Além do excesso de vaidade, que a levou às consequências desastrosas do presente, Andressa revelou que durante cinco anos contou com o trabalho de uma senhora para obter fama e dinheiro. Seguindo as orientações da mulher, ela diz que travava pactos com entidades para conquistar luxo, riqueza e a tão almejada fama.
Andressa acredita que tenha quase gastado o valor de um apartamento nesses trabalhos de magia para, segundo ela, conseguir o que queria e afastar pessoas indesejáveis que poderiam prejudicar sua ascensão. “Também fiz muito sexo por interesse, nunca por amor. Sempre me envolvi com homens de bom poder aquisitivo, comprometidos, casados, para conseguir deles boas viagens e bons jantares. Não tenho vergonha de contar, porque isso faz parte do meu passado.”
Em franca recuperação e disposta a escrever uma nova história para si, ela pretende voltar à bancada do programa que apresenta, o “Muito show”, na Rede TV, no dia 9 de fevereiro. No carnaval quer estar no sambódromo paulistano para comandar de lá os desfiles para a Rede TV: “Amo o meu trabalho!”. Leia, abaixo, o que disse Andressa Urach em conversa com o EGO.
Fantasmas da morte
“No hospital vi espíritos da morte querendo levar a minha alma. Eram a alma da morte. Eles me rondavam porque queriam a minha alma de qualquer jeito. Isso tudo porque eu não agradeci a Deus. Foi a fé da minha mãe, que foi um elo com Deus, que fez com que as almas fossem embora. Eu estava perturbada. Eram almas feito nuvens escuras. Me davam um sentimento de medo e faziam barulhos assustadores como espíritos sofredores. Pareciam vultos escuros como se fossem fumaças. O vulto mais forte deles era um bem escuro que passava dentro do meu corpo. Pedi para suspenderem a morfina porque eles achavam que era ela que me fazia delirar. Mas eu acredito nessa coisa de espírito e achava que a substância me deixava entre esses dois mundos. Minha mãe chamou pastores que rezaram por mim. Os médicos retiraram a morfina e as visões pararam.”
 Pecados
“Não cometi pecados de matar, de roubar, mas pecados de excesso de vaidade, de arrogância. Era arrogante talvez em função da vida difícil que tive. Ignorada pelo meu pai, abusada sexualmente dos 2 aos 8 anos pelo marido da mulher maravilhosa que me criou, uma professora de português, fui ficando com o coração mais frio. Também passei por cima de algumas pessoas e também expus muito a minha vida, o meu corpo... No hospital passou todo esse filme na minha cabeça, mas Deus conhecia o meu coração. Sabia que maldade eu jamais tinha feito e eu clamei pela vida do meu filho. Ele é o ser humano mais importante para mim, foi o amor dele que me salvou e me fez voltar para a terra. Tenho certeza disso.”
 
Pacto com entidades espirituais
“Tinha consulta com uma senhora que comandava um centro. Não chegou a ser magia negra, não sei explicar muito bem. Eu não chegava a frequentar um centro, mas tinha a sua ajuda. Ela me dava banhos de perfume, de sal para me limpar. Pedia para os orixás tudo que queria: o sucesso, o bom carro, o apartamento, consegui tudo. Eu paguei muito caro por isso. A promessa que fiz com a minha pombagira na época foi que, para cada R$ 1 mil que eu ganhasse, eu daria uma champanhe a ela. Fora os R$ 5 mil da festa de final de ano do centro espírita que eu também dava. Para celebrar os trabalhos que conquistava na televisão, doava R$ 3 mil. Também fiz mal para algumas pessoas, fazendo trabalhos para elas se afastarem de mim. A senhora que comandava o centro dizia o nome da pessoa, e eu fazia o trabalho para mantê-la longe.”
Sexo por interesse
“Conquistei tudo o que eu quis, mas fui infeliz na vida amorosa. Os homens que se aproximavam de mim ou eram homens casados, ou comprometidos. Eu queria um amor de verdade. Sempre busquei isso, mas sabia que pelo fato de explorar demais esse lado sensual de bumbum, nenhum homem me aceitava. Eu sabia que esse era o preço que eu tinha a pagar por trabalhar na televisão. Só me envolvia com homens com bom poder aquisitivo. Sempre tive preconceito com homem que não tinha dinheiro. Sempre quis homens que me proporcionassem bons jantares, boas viagens, e isso é um pensamento triste. Não buscava o sentimento da pessoa e, sim, o que ela poderia me oferecer. Me envolvia com os homens por interesse. Não tenho vergonha de contar porque isso faz parte do meu passado.”
 
Shows eróticos
“Fiz striptease por cachês muito bons. Fiz, sim. Mas ali eu te digo: não foi pecado porque não estava vendendo meu corpo para o sexo. Era um show que famosas como Gretchen fazem. Eu era uma profissional que foi contratada pra ficar seminua e dançar. Foi um trabalho. Não era uma prostituição. Nunca dormi com um homem e ele me deu dinheiro depois. Hoje as prioridades são outras. A gente não pode mudar o nosso passado, mas pode mudar o nosso futuro. Agora as pessoas vão me ver pelas minhas atitudes.”
Vida nova
“Está mudando tudo! Minha forma de viver, de pensar, de me alimentar (voz emocionada)... Tanto fisicamente quanto espiritualmente. Isso se deu a partir do momento que me vi diante da morte. Sei que sou um milagre de Deus, a experiência que vivi com Deus só eu sei. Ele é vivo, Ele existe.
 
Luciana Tecidio do EGO, em Porto Alegre

Comentário: É muito bom, ver uma pessoa, que passa por uma triste e pesada provação como esta, se recuperar, vencer a morte e se reerguer, ao mesmo tempo em que é triste, ver a pessoa fazer juízo de valor de coisas que não compreende direito, por preconceito e falta de conhecimento.

Ver uma pessoa culpar uma religião, os orixás ou crenças espiritualistas, por seus problemas, quando na verdade, uma coisa não tem nada haver com a outra, é mais uma prova da imensa distorção que temos no meio espiritualista brasileiro. Em primeiro lugar, eu duvido que alguma entidade ou orixá, aconselhe ninguém a aplicar nada no corpo pra ficar bonita! Em segundo lugar, as pessoas, tem que parar de agir por impulso, parar de ouvir pessoas manipuladoras que fazem tudo por dinheiro. Tá cheio de gente por ai que se dirige a falsos líderes religiosos pra fazer pacto com forças que não conhecem e sequer avaliam se podem mesmo fazer.

São esses tipos de pessoas (líderes religiosos) que vem a cada dia denegrindo e acabando com a Umbanda, com o Candomblé e com o espiritualismo. Pessoas que fazem pactos sem sequer avaliar se tem autorização pra isso, se é necessário e o que isso pode trazer! Geralmente fazem com demônios, pois entidades elevadas jamais fazem pactos por dinheiro. Pais e mães de santos é que andam alucinados por dinheiro, pois o orixá, não vive de fazer comprar em supermercados ou precisam de cartão de crédito.

A doença de Andressa, foi por causa da vaidade dela e não por causa de orixá algum. A não ser que seus odus, carma e signos marquem que ela teria que passar por isso. Mas, nada haver com o fato de ela frequentar um centro. Aliás, aqui tá outro erro que estou cansado de repetir: centro espírita não tem nada haver com Umbanda. Provavelmente o nível de conhecimento dessa tal senhora citada por Andressa, deve ser desses que mistura "água com óleo" e diz que fez uma "mistura perfeita". 

Quando a pessoa passa por uma doença e supera, tem a mania de gritar alto o nome de "Deus" e dizer que ele existe, ao mesmo tempo que passa a renegar a crença dos outros e se dizer "convertido". Mas, de que Deus a pessoa tá falando? Será que o Deus Criador, é mesmo ou só mesmo o Deus dos Hebreus citado na Bíblia? Será que esse Deus Criador não é Tupã, Alah, Olorum, Olodumaré ou outro nome desconhecido? Por que essa mania de achar que a Bíblia é um documento inquestionável, quanto ninguém nunca pode provar a veracidade de todas as suas histórias? Porque Andressa afirma em suas entrevistas que fazer streptesse, transar por dinheiro e se envolver por interesse não é pecado, mas, cita a procura aos orixás como se fosse um enorme pecado? Se o Deus é o que cita na Bíblia, saibam queridos irmãos que pelos preceitos cristãos ou bíblicos e judaico-cristãos, fazer uso da sexualidade pra vencer na vida e enriquecer é sim grave pecado de luxuria! Então, essa atitude de querer classificar orixás, como se fosse demônios das trevas e diminuir ações pra se eximir de culpas, é apenas um ato de incompreensão e intolerância, por desconhecimento das coisas.

E aqui eu deixo meu repudio a todo líder religioso que influência as pessoas a fazerem pactos com forças que sequer eles conhecem, simplesmente pra extorquir dinheiro. Eu duvido que uma Pombagira real, faça pacto com alguém por dinheiro, sem que o carma e destino da pessoa aceite isso. No entanto, se essa pombagira que a Andressa disse ter feito um pacto, for mesmo a dela, uma ancestral e guardiã, certamente boa parte da fama que ela tem hoje ela deve sim a ela e as doações de dinheiro, sequer servem pra pagar alguma coisa. A quase morte da modelo, deveu-se a agir por impulso e imprudência, aplicando coisas no corpo por vaidade e não por causa dos orixás.

Esse evento que a Andressa citou, sobre ver espíritos que queriam "levá-la", eu já vi histórias de acontecimentos similares com outras pessoas. Realmente na hora em que passamos por quase morte, tem espíritos ancestrais que nos assistem, como também tem espiritos das trevas que tentam nos puxar para o outro lado. Pois o mal não quer que o ser humano viva, se recupere, se transforme, se ilumine ou mesmo que exista neste mundo. Por isso, sempre alguém que passa por isso, tem atribulações desse tipo. Mas, nada haver com os orixás. Aliás, ninguém pode garantir que ela não teve ajuda de seus orixás, pra superar isso. 

As pessoas deveriam conhecer melhor o que é orixá, pra poder julgar a que força eles pertencem e para que eles atuam. Na verdade, há várias visões dentro dos cultos afrobrasileiros, com enormes distorções, hipocrisias, preconceitos, mentiras graves e falta de conhecimento, mas, na essência original e primordial, o orixá representa três pilares básicos: a força vital da pessoa, a força ancestral da pessoa e a força espiritual da pessoa. Portanto, não julguem aquilo que não sabem e não tomem a Bíblia como "verdade absoluta ou palavra de Deus", ela é um livro escrito por homens, diversos e em lugares diferentes, como também épocas diferentes. E grupos de religiosos, se uniram pra juntar todos esses livros, excluindo livros e reformulando passagens pra que se encaixassem, somente pra obter domínio e poder. Não é a toa que a Igreja Católica foi soberana dominadora por muitos e muitos séculos.

Andressa é escorpiana, que por si só já é um signo pesado, que pune quem usa mal a sexualidade e tenta tirar proveito financeiro com sexo. Ainda mais nesses últimos tempos, onde os signos fixos vinham sendo punidos por Saturno, que saiu há pouco tempo para entrar em Sagitário. Além disso, Júpiter, também vem depurando Escorpião há alguns meses, especialmente Plutão o regente desse signo. Também sabemos no meio astrológico, que Plutão é o planeta da morte, sexo e magia, é que foi tocado no mapa de Andressa, bem forte por Marte e Júpiter.

Enfim, ela viveu um processo cármico, que nada teve haver com as entidades dos cultos afrobrasileiros e sim por ter repetido erros de vidas passadas. Andressa tem o eixo cármico em Libra-Aries, ligado a moda, relação com as pessoas e no seu caso especial, por ser escorpiana, também se refere ao uso do sexo ou ganhos por ele, já que Libra é o inferno astral dos escorpianos. Observando também que a Lilith na carta natal de Andressa é em Leão, um outro signo fixo e mau aspectado com Plutão o planeta da morte. Isso quer dizer que ela tem sim uma pombagira muito forte, tem orixás muito antigos na sua ancestralidade e que provavelmente em ciclos futuros ela passará por outras provações fortes, independente da religião em que ela esteja.

Porém, quanto aos pactos que ela diz ter feito, pode sim tê-la ajudado financeiramente, mas, pesado em seu carma, pelo fato de tentar comprar o axé dessas entidades. Na verdade, Andressa veio a este mundo pra vivenciar a espiritualidade de outra forma e não pra simplesmente pagar, achando que resolveria seu carma ou obteria sucesso, como se pudesse comprar créditos no astral.

Em vidas passadas, conforme nos mostra o eixo cármico de Andressa, ela errou com sua sexualidade e voltou a errar agora denovo. Por isso ela teve essa dura provação. No entanto, ela venceu não por causa de macumbas, mas, por ser uma mulher bonita, descolada, tem talentos, é inteligente, tem bom papo e comunicativa. Afinal de contas sua pombagira é muito forte, mas, seus orixás de cabeça são também imensamente fortes. Ela tem a cobertura de Iansã e Oxumaré e por isso tem gênio forte, mas, seu grande erro é agir por impulso. Oxumaré está ligado a transformações no corpo, na vida, na mente, na fé e até na alma. E de tempos em tempos a vida da pessoa muda. Oxumaré, vai sempre trazer mudanças bruscas na vida de Andressa. Ela tem o dom da superação e transformação. E sua pombagira que é uma Dama da Noite das encruzilhadas, vai sempre protegê-la, independente da ajuda que ela dê ou não a centros. Aliás, essas ajudas, eu duvido que tenham sido usadas pras entidades e sim para a regalias de pessoas sem muito compromisso da religião. E se foi usado, como eu já citei, orixá não precisa de dinheiro, mas, de atenção, respeito e compromisso com a ancestraldade.

Desejo em nome das forças da luz e do Deus Criador, a Andressa, plena recuperação, sucesso, luz, saúde e muita força espiritual. Sou fã do jeito descolado que ela tem e da forma que ela se comunica, sempre com muita clareza e disposição pra vencer na vida. Namastê e Shalom...

Carlinhos Lima 

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O Astral da cidade de São Paulo em 2015 - ano 461


A cidade de São Paulo que completou nesse ano 2015, seus 461 anos tem sua carta estudada para o dia da primeira missa, oficiada pelos jesuítas Manoel da Nóbrega e José de Anchieta, em 25/01/1554. A dificuldade é concordar quanto ao horário (na Constelar, vemos artigos sobre o horário...), baseando-se nessa celebração não é tarefa fácil. Eu sempre achei que essa celebração, não poderia ter ocorrido ao nascer do Sol, pois, tinham que esperar a chegada de pessoas de outras localidades ao redor da vila. Assim eu creio no horário entre 8 emeia e 9hs00min, sendo esta segunda opção, minha preferida, que nos dá o Ascendente da cidade no enigmático signo Peixes.  Nenhum outro signo traduz este evento quanto o signo mais ligado a religião, fé, conversão e inconsciente coletivo. 

Mapa astrológico da cidade de São Paulo
Mapa astrológico da cidade de São Paulo


Esse signo também nos mostra a mistura onde os verdadeiros donos da terra estavam presentes (índios) e a importância deles nessa celebração. Com Marte em conjunção com o Sol, na casa 11, mostrando assim que todos estavam em paz e partilhando um evento que marcava o início de uma grande metrópole. O que era confirmado por Urano, o Dispositor dessa conjunção passeando na casa 7 e bem configurado. Na casa 11 tínhamos além de Sol/Marte, a presença de Mercúrio, o planeta regente da casa 4, que é a casa dos antigos donos da terra, mostrando que eles estavam ali representando duas ancestralidades, uma fé dupla (a original e a que foram convertidos), além de aquele evento representar aprendizado, conexão a uma religião de brancos, um catecismo e novos conceitos.

São Paulo não tem a parte mística representada por Peixes, mas, tem a representação de todo inconsciente coletivo que se juntaria numa grande metrópole, onde incontáveis religiões iriam se estabelecer. Até porque com Netuno na casa 2, fica claro que o foco dessa nova mega cidade seria o financeiro. Por isso muita gente até investe tanto em religião em Sampa, visando lucrar e lucrar. E com o Sol no signo de Aquário e dentro da casa 11, revelando-nos uma influência dupla ou amplificada de Urano, fica mais claro compreender como essa cidade integra tantas raças, tantas nacionalidades e tantas culturas, pela energia agregadora desse astro.

Além do mais, Gêmeos na casa 4, revela-nos que a cidade se transformaria em uma terra de progresso comercial e integração de conhecimentos de todos os cantos, até porque Mercúrio se encontrava na casa 11. O que nos lembra também, o quão importante é São Paulo para a política nacional, já que Urano e signo/casa 11 são campos que nos falam de política, sociedade e grupos. Também temos que compreender que Peixes combina mais com o clima da cidade, que até poucos anos atrás, era chamada de "terra da garoa", combinando mais com a natureza fria de Netuno/Peixes do que com o fogoso Marte/Áries. 


Também podemos perceber o tradicionalismo da sociedade paulistana, revelada por Capricórnio regendo a casa 11, como também Leão, regendo o trabalho, mostrando a imponência que essa cidade teria na moda e no mercado de luxo que gerou sempre muito emprego com imponentes empreendimentos. Além de se mostrar uma cidade que podemos chamar de "a Grande Mãe", que acolhe todos com coração grande, pois tem a Lua forte na casa 4 e prestes a sentar no trono de Câncer, além de bem configurada com Plutão.

Vemos ainda que a cidade ficaria respeitada mundialmente e que seria sempre uma boa oportunidade a todos que querem vencer pelo trabalho, em especial os que tem boa desenvoltura nos serviços manuais, mostrado por Quíron na casa 6 e Saturno na casa 12.

A Lua fortificando as bases paulistanas, também mostra-nos o porque dessa metrópole ter se desenvolvido tanto. Foi por causa do potente mercado imobiliário.  Também um ambiente propício, clima ameno que atraiu tantos retirantes nordestinos e pela força uraniana, também a importante contribuição de imigrantes estrangeiros.

Mas, como podemos ver, a cidade não teria só maravilhas, pelo contrário, sempre foi desafiada, até mesmo pelo carma coletivo e mundial. Com a cauda do dragão na casa 10 e em Capricórnio, sempre vimos ciclos de grande violência que sempre tirou o sossego da cidade. Além disso, Marte atacando Netuno, já prenunciava que as drogas, corrupção e crime organizado (Marte na casa 11 mal com Netuno na casa 2), lança sempre terror em ciclos perigosos. Outro aspecto importante da cidade que nos chama atenção é que o elemento água, sempre foi um problema na cidade, tanto pelo excesso, como prenunciava sua falta. Vemos que a Cabeça do Dragão na casa 4, é um alerta pra cuidar bem do meio ambiente, dos reservatórios e das nascentes. 

O carma regido por Saturno, que tem foco duplo cármico, pois também estava na casa 12 e em desarmonia com Lua e eixo do dragão (por elemento/signo), mostra-nos uma sociedade tradicionalista, exclusivista, orgulhosa e fechada, o que sempre gerou tensão social. Já a presença de Júpiter na casa 7, bem com Marte na casa 11, vemos o quão importante foi a contribuição dos estrangeiros para essa metrópole e para o nosso país. Também mostra que as questões do transito sempre estariam em foco, que a indústria de automóveis e transportes de um modo geral, sempre geraria riqueza, mas, que também traria em muitos momentos, dor de cabeça aos governantes.

com Júpiter na casa 6 e a Cabeça do Dragão no fundo do céu. Essas configurações demonstram melhor a energia da cidade, que é uma cidade cheia de movimento, com muitos problemas ligados a transporte, crescimento e funcionamento dos poderes públicos, além de ser inquieta, cheia de impulsos nervosos na sociedade, com todo crescimento desordenado das periferias e toda modernidade do centro. Júpiter na casa do trabalho, mostra-nos sim o porque de uma pequena vila se transformar numa das maiores metrópoles do mundo.

Além disso, a Cabeça do Dragão no Meio do Céu da cidade, revela que seu carma não seria fácil e os desafios de seus governantes, dificilmente sanados. Também com essa força de Ogum regendo a vida material e riqueza da cidade e a interferência direta de Exu nos núcleos de poder e comando, também nos mostram porque sempre fatos policiais, atos das autoridades, como também o crime organizado, estão sempre atormentando o inconsciente coletivo ou individual dos paulistanos.

Como também Urano no Descendente, mostrando porque é também a cidade de grande incidência de relâmpagos, mostrando também que Iansã rege  parte do clima da metrópole. Vemos que Urano, também já tem forte influência sobre a cúspide da casa 8, por isso tantos homicídios, por disputa de grupos criminosos, por disputas até mesmo ligadas a política e porque se mexe tanto com magia negra nos rincões da cidade. A cidade é regida por Oxumaré e Oxum, com o "orí" ou força vital e axé da cidade, por Xangô com influência de Obatalá. Com Iansã e Ogum a frente dos assuntos visíveis e materiais da cidade, com a influência de Logunedé, Iemanjá, Nanã e Orunmilá.

 Vemos também que a influência de Osssaím, na sexualidade da cidade e de Logunedé no psiquismo, o movimento gay (homossexual ou LGBT), sempre foi forte na cidade, mesmo antes de seu surgimento organizado, sempre fez parte do inconsciente da cidade, como também sempre teve forte influência e domínio no campo das artes, música, moda e comércio dessa metrópole. Inclusive, pelo que mostra o mapa, também na area política e certamente já passaram pelo poder do município, muitos governantes homossexuais... E além da força de orixás, que em muitos conceitos afro-brasileiros, são ligados ou inclinados a homossexualidade, ainda temos uma Cabocla, agindo na regência dos assuntos materiais do município, representando os orixás.

Temos na área dos encantados ou Orixá Menor, a (citada acima) Cabocla Idayá, como regente ancestral, para os assuntos materiais deste município, juntamente com Xangô Pedra Preta. Já pela parte espiritual da cidade temos o Portentoso Pai Arruda, um importante guia da Umbanda, agindo como orixá menor. Pai Arruda, atuando junto com Caboclo Tupynambá. E essa configuração, nos deixa claro, a força pulsante da cidade, a liberdade religiosa e a força política que o município tem no país.

Esse horário de 9 horas e 00 minutos, também nos é confirmado pela ifástrologia, com o Odú Iwori, convertido a Eji-Laxebará, um odú regido por Xangô com influência de Logunedé e Iemanjá. Sendo este o odú regente da vida material da cidade. Lembrando ainda que Sagitário no Meio do Céu e Júpiter em oposição ao Ascendente, ao mesmo tempo abençoando o Sol, confirma a intensa força de Xangô e Iansã sobre o destino da cidade.

A imagem do grau deste Ascendente, também nos mostra a simbologia de um homem com espada, armadura e escudo, mostrando a força, poder de crescimento e preparo dessa cidade. Também a Roda da Fortuna e Lilith na casa 5, mostrando o quão forte e lucrativo é o mercado do sexo, da moda e dos esportes nessa metrópole. Lembrando ainda que a Roda tá em Leão. Também mostrando a grande paixão do paulistano por carros e futebol, como também os diversos problemas enfrentados com o trânsito, Marte tá junto do Sol, revelando-nos o grande números de acidentes.






E agora na atualidade o que podemos esperar dessa amada cidade? Bem vemos nos eixos cardinais do mapa progredido da cidade, que em matéria de ambiente e recursos naturais, em especial a água, o clima astral não é dos melhores. Um dos motivos é que não há planetas que geram enchentes fortes nos reservatórios da cidade em nenhum ângulo. A Lua por exemplo que rege o ambiente e recursos do município tá longe dos ângulos, passeando pela casa 11 progredida e não sendo essa uma casa propicia a chuvas. Apesar de tá na 2 natal, exaltada, ela se encontra em quadratura com Mercúrio. Bem, a Lua puxa então Vênus para o contexto não só por tá em Touro na progressão e na casa 2, como pelo fato de Libra, reger a casa 4 desse mapa progredido, e por Vênus ser o planeta mais angular na progressão, além de tá exaltado em Peixes.

Bem Vênus, prenuncia-nos sempre, climas agradáveis e bom tempo, ainda mais estando em Peixes, poderia tá gerando um clima mais agradável, sem tanto calor ou seca nos reservatórios! Porém não conta apenas um fator, ou seja, lunações e diversas outras configurações precisam se somar a essa influência de Vênus pra gerar um bom resultado. Além disso, Vênus não rege nenhum ângulo na carta natal. E se tínhamos Iansã com influência de Iemanjá como regente do meio ambiente da cidade pela carta natal, Oxum com influência de Xangô por progressão, gera mais tensões e clima tenso do que tempo agradável. Mas, mesmo assim, podemos supor que a partir do final de meados de abril a inicio de maio, o sufoco da cidade venha a diminuir por Vênus abençoará a cidade.

Também, aguardamos a entrada de Vênus por trânsito no signo de Peixes, se inclinando cada vez mais rumo ao Ascendente Natal, como também Marte deixar o Saturno natal para trás e Mercúrio deixar de tanta eletricidade aquariana para nadar também em Peixes, para vermos se o clima ficará mais favorável e menos escaldante. No entanto, somando todos os fatores, ao que tudo indica o carma da cidade em relação ao clima, diminuirá imensamente apenas a partir de agosto.

O odú progredido da cidade, Odí, mostra-nos que o municipio de São Paulo vive uma fase cármica, difícil e somada a outra fase cármica do país, por isso esse momento tão tendo para sociedade paulistana. Claro que tá faltando gestão, federal, estadual e municipal para ameninar os problemas, mas, o tempo é mesmo de crise.

A Revolução do Sol, para esse horário que aceitei aqui, também não nos dá uma perspectiva muito animadora, especialmente para a indústria paulistana, saúde, indústria automobilística e governo municipal. No entanto, em se tratando de clima a tendência astral é que seja melhor que 2014. Outro dado positivo é para a o comércio de bebidas, da área de segurança e serviços de metalurgia. Mas, para indústria de produtos agrícolas e pecuária não tende a ser muito animador. Tende a ser um bom ano para cinema e TV na cidade de São Paulo, mas, não podemos dizer o mesmo para jornalistas e trabalhadores de outras áreas do mercado de comunicação, aeras econômicas, como a Bolsa de Valores e ligados a ensino.

Tende a ser um ano bem difícil para os signos fixos Escorpião e Leão, na cidade de Sampa, como também para Aquário e Touro, mesmo que com menor intensidade e outros benefícios. Já para os signos de Cardinais, Áries e Libra, tende a ser um bom ano de conquistas, algumas até inesperadas. Também um ano considerado normal ou no mínimo mediano para Câncer que pode conseguir sua casa própria ou terreno (caso não tenha) e também para Capricórnio que poderá ter conquistas sociais e políticas. Quanto a Gêmeos, Sagitário e Virgem, o ano em Sampa, tende a ser de altos e baixos, especialmente na vida afetiva e profissional. E Peixes, na cidade de São Paulo, terá um ano de investimentos em desejos antigos, onde poderá ter muito trabalho, mas, também um bom crescimento. Mas, claro que pra conquistar grandes coisas, abrir mão de outras coisas, até com certa dor, será importante.

Leiam meu livro OS SENHORES DO DESTINO - UMBANDA ASTROLÓGICA  e entendam mais sobre a astrologia na Umbanda ou a Umbanda pela Astrologia... compre seu livro aqui...



Axé a todos e um ótimo ano na cidade de São Paulo.

Carlinhos Lima
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores